Este site usa cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website concorda com o seu uso. Para saber mais, leia a nossa Política de Cookies.

SÁBADO    por    Cofina Boost Content

Partilhe nas Redes Sociais

Saúde: ordem para proteger!

Saúde: ordem para proteger!

A Covid-19 despertou uma maior consciência para a saúde e bem-estar, levando os portugueses a procurarem serviços que lhes permitam vigiar a sua saúde e sentirem-se acompanhados.

Se houve algo que aprendemos com a Covid-19 foi a estarmos mais vigilantes com a saúde, não a assumindo como algo garantido – ainda que o façamos involuntariamente até determinada fase da vida, em especial em idades que nos dão aquela sensação de invencibilidade –, mas antes como um bem que devemos preservar ao longo da vida.

Esta realidade, moldada por um contexto de incertezas e pelos sinais vitais de um Serviço Nacional de Saúde saturado e muito pressionado, pela falta de recursos humanos, mostra que é preciso olhar para o presente e retirar ensinamentos para o futuro, nomeadamente procurando alternativas de cuidados que permitam colmatar eventuais sobrecargas ao nível da saúde pública.

Uma coisa é certa, a solução não pode ser um afastamento da rede de cuidados, porque essa situação poderá acarretar dissabores e permitir que outras doenças ganhem terreno à margem da pandemia. Durante a pandemia os portugueses hesitaram algumas vezes em procurar cuidados. Segundo dados do Índice de Saúde Sustentável, realizado pela Nova Information Management School (NOVA-IMS), divulgados pela Lusa, devido à pandemia, 15,7% dos utentes portugueses deixaram de ir a uma consulta com o médico de família no centro de saúde, 7,5% não foram a consultas de especialidade nos hospitais, 5,8% deixaram exames de diagnóstico por fazer e 7,3% optaram por não recorrer às urgências. Os receios foram fundamentados pela ausência de resposta do SNS ou pela falta de confiança nos ambientes de saúde públicos saturados, além do próprio sistema público e privado, durante o pico da pandemia, ter deixado de realizar alguns atos clínicos não urgentes.

Escolha hoje proteger o futuro

A pandemia juntou-se assim à crescente esperança média de vida, à maior preocupação com a saúde e segue a tendência da elevada procura de serviços de saúde alternativos que respondam ao despertar de consciência dos portugueses para garantirem o seu bem-estar. De acordo com alguns dados divulgados pela Associação Portuguesa de Seguradores (APS), em setembro de 2020, cerca de 2,93 milhões de portugueses eram portadores de um seguro de saúde. Este número representa um crescimento de 3,3% em relação a 2019 e é um sinal de que a procura dos serviços privados como complemento ao Serviço Nacional de Saúde é uma realidade.

Nesta procura dos portugueses por respostas de proteção social complementar eficazes que vão ao encontro das suas necessidades presentes e futuras, ao nível social e de saúde na longevidade, a Associação Mutualista Montepio Geral assume-se focada em melhorar a qualidade de vida dos portugueses através de uma oferta de saúde que inclui um conjunto de soluções que garantem o acompanhamento contínuo em cada uma das fases da vida.

O Plano Montepio Saúde é uma solução abrangente que dá aos portugueses maior segurança na hora de enfrentar os principais desafios da saúde. De acesso gratuito para associados Montepio, e de utilização imediata, o plano não possui limite de idade, de utilização, período de carência ou exclusão por doenças preexistentes. Disponível na extensa rede de Saúde Montepio – rede própria selecionada pela AdvanceCare em parceria com a Associação Mutualista Montepio –, o Plano Montepio Saúde dá também acesso a rastreios e outras campanhas de saúde exclusivas e gratuitas, bem como a médico ao domicílio 24 horas por dia, 7 dias por semana e vídeoconsultas por um valor reduzido, entre outros.

O Plano Montepio Saúde ativo dá acesso ao Seguro Montepio Saúde em condições vantajosas. Este seguro é disponibilizado pela Lusitania Companhia de Seguros e pode ser utilizado na rede de prestadores de saúde da AdvanceCare. As adesões até aos 60 anos não têm limite de idade de permanência, porém as adesões entre os 61 e os 65 anos só podem permanecer até aos 80 anos. O seguro inclui duas vídeoconsultas (as restantes têm um valor de 15 euros) e cobertura opcional para doenças graves em todos os módulos. Existe a possibilidade de inclusão de cobertura de estomatologia.

Home sweet home: mais perto de quem é importante

A proximidade e a personalização de cuidados de saúde ao domicílio assumem um destaque especial no Plano Montepio Saúde que disponibiliza, através de parceiros, uma equipa de profissionais de saúde que se desloca a casa dos associados para proporcionar serviços de saúde em diversas áreas, como sejam o apoio às atividades diárias, consultas médicas, serviços de farmácia ou testes Covid-19.

A Teleassistência é outro dos serviços que a Associação, através da Residências Montepio, disponibiliza à comunidade. Os associados Montepio beneficiam de 10% de desconto na aquisição ou aluguer do Serviço de Teleassistência. Este serviço protege o utente dentro e fora de casa e garante uma resposta imediata em situações de emergência. Ao acionar um botão, o utente garante contacto com uma central 24h por dia, 365 dias por ano, em território nacional.

Saúde: ordem para proteger! | Espaço M365

Residências com vida

Locais que ofereçam residência ou cuidados de saúde individualizados e continuados, garantindo segurança e conforto, são cada vez mais procurados pelos portugueses seniores. Independentemente de ser ou não Associado Montepio, qualquer pessoa poderá viver nas Residências Montepio. No entanto, existem vantagens e benefícios para os associados Montepio. O acompanhamento de médicos e enfermeiros, 24 horas por dia, 7 dias por semana, é apenas um dos aspetos que tornam estas residências um local de eleição para viver. Destacam-se ainda:

  • Refeições
  • Cuidados pessoais
  • Lavandaria
  • Animação sociocultural
  • Terapia ocupacional
  • Ginástica e manutenção
  • Fisioterapia e reabilitação
  • Sala de cinema e música
  • Biblioteca
  • Serviços religiosos
  • Residência Montepio Breiner (Porto)
  • Residência Montepio Quinta de Cravel (V N Gaia)
  • Residência Montepio Quinta da Romeira (Coimbra)
  • Residência Montepio Parede (Cascais)
  • Residência Montepio Parque das Nações (Lisboa)
  • Residência Montepio Montijo
  • Residência Montepio Entrecampos
  • Residência Montepio Albergaria-a-Velha


Uma clínica no coração de Lisboa

Sempre a pensar na saúde dos portugueses e na manutenção da sua vitalidade física e mental, as residências Montepio abriram portas à Clínica de Saúde Entrecampos. Focada na prevenção, apoio e prestação de cuidados de saúde orientados à promoção do envelhecimento ativo saudável e da recuperação física, a clínica está integrada nas instalações da Residência Montepio Entrecampos, no centro da cidade de Lisboa, e está aberta a cidadãos de todas as faixas etárias. No entanto, a Clínica está vocacionada para a prevenção dos problemas de saúde decorrentes da longevidade e para a promoção do envelhecimento ativo. Em breve, uma nova unidade inaugurará no Montijo.

Ao dedicar-se à saúde e bem-estar dos portugueses, a Associação Montepio reúne os melhores parceiros, entre os quais a AdvanceCare, a CUF, o Grupo HPA, a União das Misericórdias Portuguesas, Grupo Germano de Sousa e a Lusitania – Companhia de Seguros. Dê à sua saúde o valor e o futuro que ela merece e junte-se à Associação Mutualista Montepio. Torne-se Associado e beneficie de milhares de vantagens!

PodPoupar

PodPoupar+

Um podcast que ensina tudo sobre poupanças e finanças