Este site usa cookies para melhorar a navegação. Ao navegar no website concorda com o seu uso. Para saber mais, leia a nossa Política de Cookies.

SÁBADO    por    Cofina Boost Content

Partilhe nas Redes Sociais

Associação Montepio apoia ensino de Português a refugiados

Associação Montepio apoia ensino de Português a refugiados

A Associação Pão a Pão, que desenvolve projetos para a inclusão de pessoas refugiadas, promove, com o apoio da Associação Montepio e em parceria com a Speak, um curso de Português destinado a refugiados.

As pessoas refugiadas enfrentam um conjunto de desafios nem sempre fáceis de ultrapassar. Por essa razão, a Associação Montepio avançou, recentemente, com o apoio a uma ação muito especial e, até 23 de dezembro, 18 pessoas de diversas nacionalidades beneficiarão de aulas de Português no espaço atmosfera m em Lisboa. O curso foi organizado pela Associação Pão a Pão, em parceria com a Speak, e promove a integração de pessoas migrantes e refugiadas em Portugal através de um programa de intercâmbio linguístico-cultural e de eventos sociais.

Para quem se vê obrigado a abandonar o seu país e procura vida nova numa pátria totalmente diferente daquela que a viu nascer, saber falar o respetivo idioma não é tarefa fácil. Ao mesmo tempo, é uma condição essencial para quem se estabelece noutro país e necessita ver a vida avançar, acompanhar os filhos na escola e encontrar um emprego que abra portas a uma realidade bem distinta da que outrora tiveram.

Consciente de que dominar a língua é fundamental para a integração, este programa gera impacto social através da quebra da barreira linguística, da aproximação de pessoas de origens diferentes e da promoção da valorização da diferença e diversidade cultural.

Mas não é apenas neste âmbito que a Associação Pão a Pão atua, contando ainda com outros projetos de apoio aos refugiados. O primeiro foi o Mezze… um restaurante de comida árabe onde se dá formação e emprego a refugiados do Médio Oriente e que já valeu várias distinções à associação. Uns anos mais tarde, nasceu o Mão-Cheia, um projeto que promove o envelhecimento ativo e saudável, de portugueses e migrantes. Nas palavras da Pão a Pão, trata-se de dar a voz e o fogão aos mais velhos, que ainda têm muito para dar, para que possam partilhar a sua experiência com a comunidade e transmitir o seu saber-fazer aos mais novos. E, em janeiro do próximo ano, deverá arrancar o primeiro curso do Mezze Escola: um programa de formação para refugiados e imigrantes na área da restauração, em parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa.

Ajude-nos a ajudar

Dê a mão à Associação Pão a Pão, à Associação Montepio e a tantas outras que se juntaram a estes programas de aDê a mão à Associação Pão a Pão e a tantas outras entidades que se juntaram a estes programas de apoio a refugiados e visite o Mezze. Rapidamente compreenderá que o que lhe é servido são deliciosas refeições confecionadas por mãos repletas de histórias e onde inclusão, solidariedade e tolerância estão bem presentes. Um restaurante de comida do Médio Oriente que deve mesmo conhecer. Saiba mais em https://www.mezze.pt/.

PodPoupar

PodPoupar+

Um podcast que ensina tudo sobre poupanças e finanças